Divulgação de releases, imagens e contato com a nossa assessoria de imprensa:

LIGA DO ARAGUAIA: UM MOVIMENTO QUE COLOCA A SUSTENTABILIDADE EM PRÁTICA

A LIGA DO ARAGUAIA trata-se de um “movimento” nascido de produtores rurais da região do Vale do Araguaia Matogrossense voltado à adoção de práticas de pecuária sustentável próprias para a região do Médio Araguaia.  

Concretiza-se a partir da concepção e implantação de diferentes projetos desenvolvidos, através de parcerias estabelecidas com diversos elos capazes de aportar recursos humanos, tecnológicos e financeiros para contribuir com os objetivos do “movimento” em suas dimensões econômica, ambiental e social.

Em comum, seus membros tem a convicção de que uma fazenda não é constituída apenas por suas pastagens, os animais e os currais; ou ainda apenas por sua floresta ou seu grupo de pessoas. Ela é a soma de tudo isso, funcionando organicamente rumo às suas metas, considerando, cada vez mais, a consciência de que os aspectos produtivos, conservacionistas e sociais.

Atualmente, a Liga do Araguaia compreende 62 fazendas, representando um total de 150 mil hectares de pastagens em processo de intensificação e 130 mil cabeças de gado. As propriedades concentram-se na região do Médio Araguaia englobando 11 municípios mato-grossenses (Cocalinho, Araguaiana, Nova Nazaré, Riberão, Cascalheira, Água Boa, Querência, Nova Xavantina, Canarana, Pontal do Araguaia, Torixoréu e Barra do Garças),

Como inspiração local, desde sua formação promoveu dez dias de campo para difundir os conhecimentos entre os pecuaristas da região, reunindo os melhores especialistas, além de depoimentos dos próprios produtores sobre a experiência de cada um. Nessas iniciativas também levou a imprensa internacional para acompanhar a realidade da pecuária brasileira praticada pelos integrantes do movimento dando visibilidade ao Brasil para as boas práticas de produção.

Como integrar

Cada fazenda passa a integra o “movimento” por meio da participação em um ou mais projetos promovidos pela Liga do Araguaia. Sua decisão é livre e seguindo suas necessidades e interesses específicos.

Sua primeira ação, uma iniciativa do Grupo Roncador, ocorreu em novembro de 2014, e desde estão sendo implantados vários projetos em parceria com organizações públicas e privadas. Atualmente, são eles:

– Carbono Araguaia,

– Campos do Araguaia,

– Garantia Araguaia,

– Baixo Carbono Araguaia,

– Rebanho Araguaia e

– Conserv Araguaia.

Vale ressaltar que podem participar da LIGA DO ARAGUAIA empresas e produtores rurais que não estejam necessariamente participando de seus projetos, mas que partilhem de seus valores e objetivos e percebam benefícios em engajar-se no “movimento”.

Entre seus objetivos específicos estão:

Apoiar a adoção de práticas de intensificação sustentável na pecuária de corte da região a partir da recuperação de pastagens degradadas, regularização ambiental e adoção de Boas Práticas Agropecuárias;

Replicar práticas de pecuária sustentável através da realização de atividades de fomento e capacitação (Dias de Campo, Unidades Demonstrativas, Oficinas, entre outros);

Estimular pecuaristas da região na adoção e monitoramento de práticas que contribuam para a redução de emissões de Gases de Efeito Estufa (GHG);

Estimular a conservação e restauração de áreas florestais (APPs e RLs), proporcionando sua valorização e a interligação de fragmentos florestais;

Estimular mecanismos que valorizem o ativo ambiental da região através da implementação de instrumentos de compensação financeira pela conservação de ativos florestais e de biodiversidade, nas diferentes modalidades de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), Reed +, CRAs, Crédito de Carbono, entre outros;

Diferenciar e agregar valor aos produtos e serviços das atividades pecuárias da região, assegurando viabilidade econômico-financeira da pecuária sustentável no Médio Araguaia de Mato Grosso;

Para 2021, a Liga do Araguaia, com seu legado, quer mostrar ao mundo a prática da pecuária sustentável a partir de seus projetos implantados, como também, expandir sua atuação, com novos projetos dentro dos objetivos propostos.

Sobre a Liga do Araguaia

Em um momento em que segurança alimentar e mudanças climáticas mobilizam a sociedade mundial, desde 2014, a Liga do Araguaia, lidera um movimento pela adoção de práticas de pecuária sustentável no Vale do Araguaia. O objetivo da Liga do Araguaia é promover o desenvolvimento econômico e social da região, por meio do aumento da produtividade e renda, respeitando a legislação vigente e os limites dos sistemas naturais. A iniciativa se fundamenta nos pilares da produtividade, conservação, redução de emissões e turismo, e se materializa na forma da implantação de diferentes projetos concebidos e implantados em parceria com organizações públicas e privadas; nacionais e internacionais. É representada, atualmente, por 62 fazendas, correspondendo a 149.000 hectares de pastagens com 47.000 hectares em processo de intensificação e um rebanho estimado de 130 mil cabeças.

Liga do Araguaia e JBS  iniciam projeto para valorizar a pecuária de Mato Grosso como modelo mundial de sustentabilidade

Programa REBANHO Araguaia vai trabalhar em 2020/21 com 16 fazendas do Médio Vale do Araguaia para promover boas práticas sustentáveis.

A Liga do Araguaia, em parceria com a Friboi, unidade de negócios de carne bovina da JBS, iniciaram as ações do Programa REBANHO Araguaia,  para promover o desenvolvimento da pecuária sustentável na região do Médio Vale do Araguaia, localizada no estado do Mato Grosso.

Neste semestre, inicia-se o primeiro ano de três do programa, com um total de 16 fazendas participantes de projetos da Liga na região. Os produtores foram selecionados por seus esforços na adoção de práticas de intensificação sustentável e no aumento da produtividade na pecuária de corte da região. A previsão é de que 10 novas fazendas participem do programa no próximo ano (2021); e outras 10, em 2022.

Focado no apoio a gestão produtiva e de boas práticas dessas fazendas, o cronograma do programa teve início em agosto e prevê atividades de capacitação e acompanhamento, incluindo a utilização de ferramentas de gestão da produção e de boas práticas, com monitoramento da redução de emissões de Gases de Efeito Estufa.

O Programa REBANHO Araguaia vai apoiar práticas de intensificação sustentável na pecuária de corte da região como a recuperação de pastagens degradadas, adoção de modelos de integração lavoura-pecuária (ILP), regularização ambiental, atividades de fomento com estímulo à redução de emissões de Gases de Efeito Estufa (GHG) e a conservação e restauração de áreas florestais (APPs e RLs). Além disso, o movimento liderado pela Liga do Araguaia visa estimular o uso de mecanismos que valorizem o ativo ambiental da região, por meio do apoio a regulamentação de instrumentos de compensação financeira dos ativos florestais e de biodiversidade (Pagamento por Serviços Ambientais – PSA).

No projeto, a equipe técnica da Liga faz a organização dos pecuaristas, enquanto a Friboi subsidia a contratação de consultorias especializadas em gestão da propriedade para a intensificação das suas pastagens, garantindo melhor produtividade por área e reduzindo a necessidade de novas áreas de pastos, o que contribui para a preservação da vegetação e biodiversidade local. Com isso, os pecuaristas passam a ter melhores condições para investir, aumentam seus indicadores de produtividade, melhoram a qualidade dos seus animais e, principalmente, colaboram com a sustentabilidade da produção.

O Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), o Inttegra – Instituto de Métricas Agropecuárias e a Ímpar – Consultoria no Agronegócio são parceiros estratégicos do projeto. As consultorias vão realizar uma imersão nas fazendas para levantar dados e indicadores de sustentabilidade e métricas gerenciais, que serão usados para facilitar inovações no setor, promover melhorias nos planos de ação e na gestão dessas fazendas, além de criar sinergia de processos entre os pecuaristas da Liga do Araguaia.

A parceria da Liga do Araguaia com a JBS  fortalece a produção de carne sustentável no Cerrado, respondendo a demanda de players relevantes que buscam produtos com forte responsabilidade socioambiental, que reúnam atributos de qualidade e sustentabilidade. O objetivo é transformar a região, uma das principais produtoras de gado do país, em um parâmetro global de boas práticas de produção. Juntos, esses pecuaristas ajudam a preservar uma área de mais de 50 mil hectares de Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente.

As ações do programa têm o horizonte de três anos para apresentar resultados. Graças ao trabalho de cinco anos da Liga do Araguaia, a região conta hoje com um grupo de pecuaristas organizados e inovadores, referência no país a partir sua produção sustentável.

Sobre a Liga do Araguaia

Em um momento em que segurança alimentar e mudanças climáticas mobilizam a sociedade mundial, desde 2014, a Liga do Araguaia,  lidera um movimento pela adoção de práticas de pecuária sustentável no Vale do Araguaia. O objetivo da Liga do Araguaia  é promover o desenvolvimento econômico e social da região, por meio do aumento da produtividade e renda, respeitando a legislação vigente e os limites dos sistemas naturais. A iniciativa se fundamenta nos pilares da produtividade, conservação, redução de emissões e turismo, e se materializa na forma da implantação de diferentes projetos concebidos e implantados em parceria com organizações públicas e privadas; nacionais e internacionais. É representada, atualmente, por 62 fazendas, correspondendo a 149.000 hectares  de pastagens com 47.000 hectares em processo de intensificação e um rebanho estimado de 130 mil cabeças.

Sobre a Friboi

Com mais de quatro décadas de história, a Friboi – unidade de negócios de carne bovina da JBS – revolucionou o mercado ao descomoditizar a carne bovina brasileira e construir uma marca referência no mercado.  A empresa mantém algumas das marcas de carne bovina mais reconhecidas do Brasil, com um amplo portfólio de produtos, composto pela homônima e líder de mercado Friboi, Maturatta Friboi, Do Chef Friboi, Reserva Friboi, 1953 Friboi e Swift Black, que atendem a diversos públicos. Com foco na garantia de origem, na qualidade e na segurança do alimento entregue ao consumidor, desde o bem-estar animal até a entrega do produto final, a Companhia adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor, e monitora seus fornecedores de gado de forma constante por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados das fazendas e acompanhamento de dados oficiais de órgãos públicos. A Friboi está presente em mais de 150 países e, atualmente, conta com 37 unidades produtivas em todo o Brasil.

Sobre a JBS

A JBS é uma das líderes globais da indústria de alimentos e conta com uma plataforma global de produção diversificada por geografia e por tipos de proteína. A Companhia conta com mais de 240 mil colaboradores, em unidades de produção ou escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros – no Brasil são mais de 130 mil colaboradores, sendo a empresa uma das maiores empregadoras privadas do país. 

No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Friboi, Moy Park, Pilgrim’s Pride, Primo, Seara, Swift, Gold’n Plump, entre outras. São mais de 275 mil clientes atendidos em todo o mundo, de 190 nacionalidades. Com foco em inovação, essa diretriz se reflete também na gestão de negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem, embalagens metálicas e transportes.

A Companhia conduz suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor. Por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados e dados públicos oficiais, a JBS monitora seus fornecedores de forma permanente. As melhores práticas de Bem-Estar Animal guardam estreita relação com o sucesso das operações da JBS, que trata o tema com extremo rigor e tem investido cada vez mais no aprimoramento de ações que sigam as melhores práticas de mercado.

O que é a Liga do Araguaia?

É um movimento de produtores rurais da região do médio Vale do Araguaia, localizado no Estado do Mato Grosso do Sul e se concretiza por meio de projetos concebidos e implementados no âmbito de um Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável, preconizando um “modelo sustentável de produção pecuária” para a região. Existe desde 2014 e já realizou dez dias de campo e tem seis projetos em andamento.

Quais são os principais objetivos da Liga do Araguaia?

– Apoiar a adoção de práticas de intensificação sustentável na pecuária de corte da região a partir da recuperação de pastagens degradadas, regularização ambiental e adoção de Boas Práticas Agropecuárias;

– Replicar práticas de pecuária sustentável através da realização de atividades de fomento e capacitação (Dias de Campo, Unidades Demonstrativas, Oficinas, entre outros);

– Estimular pecuaristas da região na adoção e monitoramento de práticas que contribuam para a redução de emissões de Gases de Efeito Estufa (GHG);

– Estimular a conservação e restauração de áreas florestais (APPs e RLs), proporcionando sua valorização e a interligação de fragmentos florestais;

– Estimular mecanismos que valorizem o ativo ambiental da região através da implementação de instrumentos de compensação financeira pela conservação de ativos florestais e de biodiversidade, nas diferentes modalidades de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), Reed +, CRAs, Crédito de Carbono, entre outros;

– Diferenciar e agregar valor aos produtos e serviços das atividades pecuárias da região, assegurando viabilidade econômico-financeira da pecuária sustentável no Médio Araguaia de Mato Grosso;

Onde a Liga está localizada geograficamente?

Estamos em 11 municípios do estado de Mato Grosso: Querência, Ribeirão Cascalheira, Canarana, Água Boa, Nova Nazaré, Cocalinho, Nova Xavantina, Araguaiana, Barra dos Garças, Pontal do Araguaia e Torixoréu. Isso representa:

• Habitantes: 170.000

• Extensão: 8,5 milhões de hectares;

• Pastagens: 3,8 milhões de hectares;

• Rebanho: 2,9 milhões de cabeças.

Números dos projetos da Liga do Araguaia

6 projetos em andamento;

62 fazendas;

150 mil hectares de pastagens em processo de intensificação;

130 mil cabeças de gado.

Por que as propriedades da Liga do Araguaia têm a sustentabilidade em destaque?

As propriedades da Liga do Araguaia entenderam a urgência do agir “agora” com uma visão para o “amanhã” e reuniram-se para fomentar esse objetivo desde 2014. Seus pilares são as tecnologias de produção, o respeito à natureza e tem por objetivo deixar um legado de prosperidade ambiental, social e econômica para as próximas gerações.

Qual é a visão da Liga do Araguaia a respeito da Pecuária X Sustentabilidade

A busca pela sustentabilidade ambiental é uma pauta importante do nosso tempo e a pecuária, sendo uma das grandes atividades produtivas brasileiras, deve fazer sua parte. Assim, esta relação acontece quando a pecuária adota técnicas de produção que não prejudicam o meio ambiente, ou que minimizam os possíveis danos causados pela atividade.

Porque abordar a questão sustentabilidade na Pecuária?

A pecuária utiliza-se da natureza em suas diversas práticas de produção, dessa maneira ao adotar técnicas de produção adequadas a atividade passa a contribuir com a natureza, sociedade e com o a viabilidade econômica do empreendimento. Sendo assim ela deve buscar ser sustentável e fomentar boas práticas no setor; e, ao mesmo tempo, ser presente nas mídias para contar sua versão da história e contribuir para um debate público melhor informado e mais justo.

Quais são os Principais Projetos da Liga do Araguaia?

– Carbono Araguaia,

– Campos do Araguaia,

– Garantia Araguaia,

– Baixo Carbono Araguaia,

– Rebanho Araguaia e

– Conserv Araguaia.

Imagens para matérias digitais ou impressas (credito: Liga Do Araguaia / Divulgação).

Clique no link do título da imagem com o botão direito da imagem e depois escolha a opção “salvar como”.

Contato Assessoria

    Clipping

    Clique na imagem para acessar nosso clipping: